segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Assimetria e A simetria


Porque sempre buscamos o caminho perfeito? Será que não estamos preparados para o diferente, o autêntico, o agressivo (sim, porque ser diferente é uma forma de agressividade aos que não tem olhos mais receptíveis e afiados), ou seja, o assimétrico? Será que realmente é melhor ficarmos acomodados em nossa pacata simetria? 

Para entendermos o significado de Simetria, podemos examinar o campo da Biologia, que foi onde me inspirei para nomear o blog: Nela, existem as simetrias Radial e Bilateral. A simetria bilateral nada mais é que um plano imaginário que divide o corpo em duas metades idênticas.  Exemplos de seres vivos que a possuem são o próprio ser humano, a face de alguns mamíferos, e os insetos, como a borboleta. Vale lembrar que este é um conceito simbólico, visto que os seres humanos não são dotados de tanta perfeição assim. Pois algumas pessoas tem o lado esquerdo do pulmão maior que o direito, um olho mais afastado que o outro e por aí vai. Lembro que quando estudei a simetria bilateral na escola fiquei encantada, principalmente com a classe Insecta e a ordem Lepidoptera, que inclui borboletas e um grupo de mariposas. Esses seres revelam a perfeição na sua morfologia simples, estranha e regular. 

E a assimetria? Bom, não somos seres tão simples quanto os insetos, tanto fisiologicamente quanto no lado comportamental. Precisamos tomar decisões, fazer escolhas, trilhar caminhos, seguir regras, caso contrário, nossa vida perde o sentido. Infortunada é a pessoa que não tem conflitos, não tem problemas... Alguns conflitos surgem ainda na adolescência, na aceitação de um grupo, levando o jovem a participar de alguma tribo urbana, ou de uma gangue, ou ainda se engajando no grupo de jovens da igreja, etc. Tais escolhas resultam numa mudança radical do visual, no abuso de álcool e drogas ou em uma certa alienação, já que para ele aquele estilo de vida é uma verdade irrefutável. Um excesso de assimetria.

Na fase adulta, queremos estabilidade (nos relacionamentos, no emprego, na vida em geral). As pessoas percebem que mudamos, que amadurecemos, que estamos "caretas"... Mas na verdade essas pessoas buscam o equilíbrio que denota segurança. Fato é que devemos nos permitir viver tanto o lado simétrico quanto assimétrico da vida, contanto que não façamos mal a nós mesmos, aproveitando de forma saudável e equilibrada.


*O título deste blog revela os contrastes pelos quais me deparo diariamente. Por muito tempo tive receio de escrever o que pensava... Um comportamento de proteção frente à terra de ninguém que se tornou o ciberespaço. Após alguns medos superados, percebi que tenho a necessidade de compartilhar com alguém (como você, que leu este humilde post até aqui!) algumas das minhas opiniões. 


*(esta é uma postagem-teste)

1 comentários:

Ronald Veiga disse...

Ótima postagem teste